Brasília - As duas transportadoras aéreas cabo-verdianas cancelaram, nesta segunda-feira (26), vários voos entre as ilhas do arquipélago por causa da bruma seca que cobre o país, segundo a Aeroportos e Segurança Aérea (ASA).

Tanto a Transportes Aéreo de Cabo Verde (TACV) como a Binter Cabo Verde cancelaram todos os voos domésticos, com exceção daqueles com destino às ilhas do Sal e da Boavista, informa a agência Lusa.

Os voos cancelados foram os previstos para as ilhas de São Vicente (aeroporto internacional), Maio e São Nicolau (aeródromos), indicou a fonte da ASA, informando que não houve alteração nos voos internacionais.

Sem precisar o número de passageiros afetados, a empresa que administra os aeroportos cabo-verdianos avançou que as duas companhias aéreas vão manter os voos para essas ilhas suspensos até as condições do tempo melhorarem.

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) cabo-verdiano informou que a bruma seca cobre todo o arquipélago há vários dias e vai continuar nas próximas horas.

De acordo com a meteorologista de serviço, Ambrosina Évora, a bruma é constituída por poeiras provenientes da costa ocidental africana, da região da Mauritânia.

A responsável disse que a bruma seca vai condicionar a navegação aérea e marítima, estando o instituto a preparar uma nota para alertar os pescadores para os cuidados a ter no mar por esta altura.

La Valeta - Os dois sequestradores de um avião líbio desviado, nesta sexta-feira (23), para a ilha de Malta, no Mediterrâneo, já libertaram os passageiros.

A aeronave foi desviada quando efetuava um voo interno na Líbia, com 118 pessoas, sendo sete tripulantes.

De acordo com a imprensa local, dois sequestradores ameaçaram explodir o avião.

O avião é um Airbus A320 da companhia aérea da Líbia, Afriqiyah Airways que efetuava um voo interno, com origem em Sebha, no sudoeste do país,  com destino a Tripoli.

A imprensa local informa que o avião foi sequestrado por dois homens que disseram ser simpatizantes do antigo líder líbio Khadafi, assassinado em 2011.

La Valeta - Um avião líbio com 118 pessoas a bordo, incluindo sete tripulantes, foi desviado, nesta sexta-feira (23), para o aeroporto da ilha de Malta, no Mediterrâneo. 

Segundo o governo de Malta, a bordo estão 111 passageiros, dos quais 82 homens, 28 mulheres e uma criança.

O avião é um Airbus A320 da companhia aérea da Líbia, Afriqiyah Airways que efetuava um voo interno, com origem em Sebha, no sudoeste do país,  com destino a Tripoli. 

A imprensa local informa que o avião foi sequestrado por dois homens que disseram ser simpatizantes do antigo líder líbio Khadafi, assassinado em 2011.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription