Lisboa - O Brasil foi o país com maior crescimento entre os mercados emissores de turistas estrangeiros para Portugal no primeiro mês do ano. Em janeiro os hotéis portugueses registaram uma subida de 62% no número de dormidas de turistas brasileiros, em comparação com o mesmo mês do ano passado.

Os estabelecimentos hoteleiros lusos contabilizaram em janeiro 149 mil dormidas de cidadãos brasileiros, um valor apenas atrás da procura dos turistas do Reino Unido (333 mil) e Alemanha (234 mil), ficando à frente do número de dormidas oriundas de mercados emissores normalmente mais fortes, como Espanha, França e Holanda.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2016 o Brasil originou 1,48 milhões de dormidas nos hotéis portugueses (foi o sexto maior mercado emissor de turistas estrangeiros), e outubro, com 189 mil dormidas, foi o melhor mês.

Em janeiro de 2017 os mercados emissores que mais cresceram foram Brasil (62%), Estados Unidos da América (40%) e Irlanda (39%).

Segundo o INE, as dormidas de residentes no Reino Unido desaceleraram em janeiro (crescimento de 5,2%), face a aumentos significativos em novembro (13,5%) e dezembro (15,5%).

De acordo com a mesma fonte, em janeiro o turismo estrangeiro em Portugal teve um crescimento homólogo de 17,6%, enquanto a procura de cidadãos nacionais subiu 2,4%, o que resultou num efeito global de aumento de 12,6% no número de dormidas.

As receitas totais da hotelaria portuguesa em janeiro cresceram 18%, para 123 milhões de euros, informou ainda o INE. A taxa de ocupação média melhorou 2,7 pontos percentuais, para 28,8%.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription