Praia - Centenas de passageiros da operadora Thompson e de outras companhias estrangeiras com destino a Boavista e outras ilhas do arquipélago de Cabo Verde estão retidos na ilha do Sal, devido à bruma seca que se faz sentir desde sábado no arquipélago.

A par dos passageiros provenientes da Inglaterra nos voos da Thompson com destino à ilha da Boavista, estão também retidos no Sal turistas desembarcados em voos do ARC Flay e da TAP, enquanto as ligações domésticas para as ilhas de São Vicente, São Nicolau, Boavista, Fogo e Maio, com excepção de voos para a cidade da Praia, capital do país,  estão cancelados, informa a agência Inforpress.

Informações do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) apontam para intensificação da bruma seca resultante da geração de poeiras na Costa Ocidental africana.

Segundo Pimenta Lima, meteorologista e diretor de informação do INMG,  pode haver uma ligeira melhoria esta quarta-feira que, entretanto, poderá piorar a partir do dia 29, com consequências para Cabo Verde nos dias 30 e 31.

"Hoje, contamos com uma ligeira melhoria, mas não muito significativa, já que o vento está bastante fraco, e com isto dificulta o transporte das poeiras na nossa região", explicou.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription