A TAP apresentou esta quinta-feira o seu plano de modernização da frota e revelou que irá substituir a marca Portugália PGA Airlines pela nova marca TAP Express.

"Até julho, vamos receber oito novos aviões ATR72 e nove Embraer 190, que nos vão permitir aumentar os níveis de conforto e eficiência da nossa frota. Com esta nova frota teremos ainda um crescimento de 47% dos lugares oferecidos e uma poupança significativa dos consumos combustível, com a consequente vantagem para o meio ambiente", comentou o presidente executivo da TAP, Fernando Pinto.

A TAP anunciou ainda a criação de uma "ponte aérea", que vai unir o Porto a Lisboa com um total de 16 ligações diárias em ambos os sentidos, que, segundo Fernando Pinto, "permitem um melhor serviço nas ligações ponto-a-ponto e muito melhores condições na ligação otimizada à operação do hub de Lisboa com fácil acesso a toda a rede de destinos da TAP".

"A "ponte aérea" vai oferecer preços muito competitivos nas viagens entre o Porto e Lisboa e um produto inovador, com check-in e portas de embarque dedicada e embarque rápido e simples", informou ainda Fernando Pinto.

O presidente executivo da TAP revelou também que a partir de 27 de março a companhia aérea portuguesa aumentará o número de voos semanais para destinos para os quais  já voa na Europa, Brasil, Estados Unidos e África.

"Estou seguro de que a TAP vive dias históricos, agora que dispõe da capacidade de investimento que nos permite desenvolver uma companhia cada vez mais moderna e competitiva, atenta às necessidades dos seus clientes e fortemente comprometida em servir os mercados onde opera", comentou Fernando Pinto.

Os investimentos em curso na TAP incluem a encomenda de 53 novos aviões, 60 milhões de euros na modernização dos interiores da atual frota e 2 milhões numa nova plataforma digital de reservas, além da renovação da frota PGA e da criação da marca TAP Express.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription