São Tomé - Uma unidade hoteleira da rede Beach Eco Resort,  avaliada em 10 milhões de euros investidos pelo milionário sul-africano Mark Shuttleworth, será aberta dentro de um ano na floresta da roça Sundy, na região autónoma santomense de Príncipe.

Esta será a primeira unidade hoteleira a cargo do grupo HBD no âmbito do desenvolvimento do turismo sustentável em Príncipe, ilha classificada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) como reserva mundial da biosfera.

O hotel de cinco estrelas terá 15 quartos em tendas pré-fabricadas de 70 metros quadrados e piscina, bar, restaurante, bem como casas para os administradores.

Segundo Philippe Moreau, diretor de hotelaria e turismo do grupo HBD, quem estiver na praia não conseguirá ver o resort tendo em conta a densidade da floresta.

O secretário regional para infraestruturas e ambiente de Príncipe, Francisco Gula, ressaltou durante o lançamento da primeira pedra para a construção do empreendimento hoteleiro que as obras e a unidade irão dar emprego aos naturais da ilha, em particular da roça Sundy.

O grupo HDB, do milionário sul-africano Mark Shuttleworth, propôs investir nos próximos 10 anos em São Tomé e Príncipe 70 milhões de euros para promover um turismo sustentável.

Ele já gastou cerca de 120 milhões de euros em cinco anos na remodelação de hotéis, investimento no setor social, construção de estradas, da pista do aeroporto do Príncipe e na formação de quadros. Panapress

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription