Praia - A globalização das vendas do destino Cabo Verde, através dos sistemas online, diminuiu, em 2014 a faturação das agências de viagens cabo-verdianas em 20%, segundo informou a agência Panapress.

A presidente da Associação das Agências de Viagens de Cabo Verde, Maria Teresa Graça, revelou que a concorrência de grandes grupos internacionais, através da utilização da Internet, constitui uma "ameaça real e robusta" que urge enfrentar.

Para analisar esta situação, a direção e as comissões permanentes e especializadas da Associação das Agências de Viagens de Cabo Verde vão debater, este fim de semana, na ilha do Sal, a problemática da distribuição do produto aéreo em Cabo Verde.

Espera-se que deste encontro, que tem lugar numa altura em que decorre naquela ilha a sétima edição da Feira de Turismo de Cabo (Expotur 2015), venham a sair orientações de como lidar e enfrentar a concorrência internacional através das vendas online.

A anteceder o encontro, a Associação das Agências de Viagens de Cabo Verde encomendou um estudo interno para saber onde estão e quais as alternativas a considerar face a este desafio que se colocam ao setor.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription